Lealdade

Seu cliente ama sua marca e é leal a ela?

By | branding, Gestão, identidade de marca, Negócios | No Comments

Segundo Batey, a lealdade e o amor à marca é a medida da ligação do consumidor ou do seu comprometimento com ela, geralmente levando em consideração o ágio que ele está disposto a pagar no preço (2010). Ou seja, é o quanto as pessoas estão comprometidas a ela e dispostas a pagar em oposição à outras opções. Mas como identificar o quão leal é o seu público? Leia Mais

investir_em_branding

Quando é hora de investir em branding?

By | branding, Gestão | No Comments

Para quem está acostumado a trabalhar com design e branding quase todos os dias é relativamente fácil identificar, mesmo com uma visão externa ao negócio, as marcas que precisam de um investimento bem direcionado em sua gestão. Mas para a maior parte do público é difícil saber quando é hora de investir em branding e como direcionar esse investimento. Leia Mais

head

Entre “parecer” e “ser”

By | branding, Design, DNA, Gestão, Negócios | No Comments

A frase acima é de Tony Hsieh, CEO e fundador da Zappos (uma empresa que vende sapatos via internet) e descreve bem a importância de uma cultura de marca. Para Hsieh, a cultura é tão importante que ele até escreveu um livro sobre isso.

Quando você pensa em uma marca, provavelmente associa uma ou duas palavras com ela. Ou mesmo um conceito, algo abstrato, com signifcado, algo que você sente a respeito daquela marca. Se o que você sente é positivo, é bem possível que isto seja um reflexo da cultura dessa marca.

Mas muitas marcas afirmam ser algo que não são. Prometem algo e não entregam (integralmente). Por vezes, estas marcas estão, na verdade, confusas a respeito de seu propósito, da razão pela qual existem. Assim, não há alinhamento entre o que elas devem entregar rotineiramente e aquilo que elas dizem ser (ou que o público pensa que elas são).

Leia Mais

Imagem principal

Engrama de Marca

By | branding, identidade de marca, Psicologia | One Comment

Nosso cérebro está sempre analisando vários aspectos daquilo que nos cerca e do que está acontecendo ao nosso redor. Nesse processo de análise constante, experiências marcantes vividas por nós formam fortes padrões de conexões em nossos cérebros. Esses padrões são chamados de engramas e saber como eles funcionam auxilia o trabalho de criação de estratégias de marca.

Leia Mais

.